Implantação e avaliação do programa de boas práticas de manipulação em açougues do Município de São José do Rio Preto - SP

Ana Maria Centola Vidal-Martins, Karina Paes Bürger, Carlos Eduardo Gamero Aguilar, Ana Carolina Siqueira Gonçalves, Ana Paula Rodomilli Grisólio, Gabriel Augusto Marques Rossi

Resumo


Considerando-se a importância dos diferentes tipos de carnes e seus derivados na alimentação da população, no consumo elevado dessas, na importância da capacitação dos manipuladores de alimentos e na necessidade de implantação das boas práticas de manipulação nestes estabelecimentos, o presente estudo objetivou implantar e avaliar o programa de boas práticas de manipulação em açougues, elo importante da cadeia produtiva de carne com o consumidor, do Município de São José do Rio Preto/SP. De forma geral, vários aspectos observados estavam em desacordo com a legislação vigente, desde situação da edificação até a manipulação dos produtos cárneos. Assim, é necessária uma rigorosa e constante fiscalização nos estabelecimentos que comercializam produtos cárneos, com adoção de medidas mais drásticas e com a exigência da presença de profissionais qualificados para a correta manipulação e conservação dos produtos, para a manutenção da qualidade final e a segurança dos alimentos, minimizando os riscos para os consumidores.


Palavras-chave


saúde pública; carne; legislação; manipulador de alimento

Referências


ARAÚJO, D. G.; ARAÚJO, M. A. G.; SILVA, A. R. A.; CAIXETA, E. C.; EVANGELISTA, M. L. Avaliação das condições higiênico-sanitárias dos açougues de Pires do Rio/GO. Revista Higiene Alimentar, v. 24, n. 186/187, p. 64-67, 2010.

NOLLA, A.C.; CANTOS, G.A. Relação entre a ocorrência de enteroparasitoses em manipuladores de alimentos e aspectos epidemiológicos em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 21, n. 2, p. 641-645, mar. / abr. 2005.

PRADO, F.F.; SILVA, I. J.; MAGELA, S.; VALENTE, D.; OLIVEIRA, C. A. A. Açougues do Município de Ribeirão Preto/SP: situação higiênico-sanitária por regiões administrativas. Revista Higiene Alimentar, v. 25, n. 2, p. 53-57, 2011.

SANTOS, I.C.; GONÇALVES, E.C.B.A. Qualidade de carnes in natura na recepção de uma rede de supermercados e de implantação de ações educativas para os manipuladores dos produtos. Revista Higiene Alimentar, v. 24, n. 183, p. 38-44, 2010.

SÃO PAULO. Centro de Vigilância Sanitária. Portaria CVS-15, de 07 de novembro de 1991. Normatiza e padroniza o transporte de alimentos para consumo humano. Diário Oficial do Estado, p. - Seção 1, 1991.

SÃO PAULO. Centro de Vigilância Sanitária. Portaria CVS 5, de 09 de abril de 2013. Aprova o regulamento técnico sobre boas práticas para estabelecimentos comerciais de alimentos e para serviços de alimentação, e o roteiro de inspeção, anexo. Diário Oficial do Estado, nº. 73 - Poder Executivo – Seção I – pág. 32 – 35.

SILVA JR, EA; MARTINS, EA. Análise microbiológica em cozinhas industriais. Revista Higiene Alimentar. V. 5. n °17, p. 20 -24, 1991.

UCHIDA, N. S.; ALVES, G. Condições higiênico-sanitárias nas seções de panificação e açougue de supermercados das cidades de Umuarama e Paranavaí/PR. Revista Higiene Alimentar, v. 24, n. 184/185, p. 48-52, 2010.

XAVIER, V.G.; JOELE, M.R.S.P. 2004. Avaliação das condições higiênico-sanitárias da carne bovina in natura comercializada na cidade de Belém, PA. Revista Higiene Alimentar. 18(125): 64-73.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Counters
Visitas