Diagnóstico de doença prostática canina – características histopatológicas da próstata de cães de acordo com a idade

Carla Renata Figueiredo Gadelha, Wilter Ricardo Russiano Vicente, Daniel de Araújo Viana, Ana Claudia Nascimento Campos, Ingrid Barbosa de Mendonça, Adriana da Rocha Tomé

Resumo


Foram utilizados sessenta e sete cães, machos e não castrados agrupados de acordo com a faixa etária em três grupos: de 1 a 3 anos (grupo A), de 4 a 6 anos (grupo B) e acima de sete anos (grupo C). Dez animais com alterações no parênquima prostático visíveis à ultrassonografia foram agrupados separadamente (grupo D) independentemente da idade. Parte dos animais foi submetida à ultrassonografia transabdominal e biópsia (25 animais) e outra parte a ultrassonografia transretal e excisão da glândula durante necropsia (42 animais). A ultrassonografia foi exame de fácil execução, assim como a biópsia. As alterações no tamanho e no parênquima prostático à ultrassonografia foram confirmadas no exame histopatológico. A histopatologia revelou que todos os cães a partir de 4 anos apresentavam alteração da próstata, sendo a hiperplasia prostática a mais frequente. A maioria dos animais apresentava mais de um tipo de afecção simultaneamente. A prostatite não bacteriana é frequente em cães adultos.


Palavras-chave


biópsia; hiperplasia prostática benigna; histopatologia; machos; prostatite

Referências


ALVES, C.E.F.; FALEIRO, M.B.R.; LAUFER AMORIM, R.; DE MOURA, V.M.B.D. Avaliação histológica da próstata de cães adultos sexualmente intactos. Arquivo Brasileiro Medicina Veterinária e Zootecnia, v.62, n.3, p.596-602, 2010.

ARANTES, L.V.; FERREIRA, A.M.R. Avaliação histopatológica das principais afecções prostáticas dos cães. Revista Brasileira de Medicina Veterinária, v. 24, n. 4, p. 171-175, 2002.

BARSANTI, J.A; FINCO, D.R. Moléstias prostáticas do cão. In ETTINGER, S. J., Tratado de medicina interna veterinária: moléstias do cão e gato, 3 ed., São Paulo: Manole, 1992, cap.105, p.1941-1963.

BARSANTI, J.A. Prostatic infectious: Diagnosis and therapy. Bayer Selected Proceedings, p.40-49, 1998.

COTRAN, R.S.; KUMAR, V.; COLLINS, T. O trato genital masculino. In: ROBBINS, Patologia Estrutural e Funcional. 6 ed. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 2000, p. 919-927.

DI SANTIS, G. W.; AMORIM, R. L.; BANDARRA, E. P. Aspectos clínicos e morfológicos das alterações prostáticas em cães – revisão. Revista de Educação Continuada do CRMV-SP, v. 4, f. 2, p. 46-52, 2001.

DI SANTIS, G.W. Estudo morfológico, morfométrico e imunoistoquímico de próstatas caninas normais e hiperplásicas. 2003. 128f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Botucatu.

FEENEY, D.A; JOHNSTON, G.R.; KLAUSNER, J.S.; BELL, F.W. et al. Canine prostatic ultrasonography – 1989. Seminar Veterinary Medicine Surgery (Small Animal), v.4, nº 1, p.44-57, 1989.

HASEGAWA, SAKAMOTO, N.; GOTOH, K. Relationship of ultrasonic and histologic findings in benign prostatic hyperplasia. The prostate, v. 28, p. 111-116, 1996.

KLAUSNER, J.S.; BELL, F.W.; HAYDEN, D.W. et al. Recent developments in the diagnosis and treatment of HPB and prostatic carcinoma. Proc. Am. Coll. Vet. Int. Med., p. 547-548, 1994.

KRAWIEC, D.R.; HEFLIN, D. Study of prostatic disease in dogs: 177 cases (1981). Journal of American Veterinary Medical Association, v. 200, n. 8, p.1119-1122, 1992.

LOWSETH, L.A.; GERLACH, R.F.; GILLETTN. A. et al Age-related changes in the prostate and testes of the Beagle dog. Veterinary Pathology, v.27, p. 347-353, 1990.

LUNA, L.G. Manual of histological staining methods of the Armed Forces Institute of Pa¬thology. Washington: Mc Graw Hill, 1968. 258 p.

MOURA, V.M.B.D.; SOUZA, F.F. Estudo laboratorial, anatomopatológico e imunoistoquímico da próstata de cães adultos. 2004. 150f. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária)-Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2004.

MUZZI, L.A.L. Próstata do cão: aspectos clínicos, radiográficos, ultrassonográficos e citológicos das afecções.1998, 71f. Dissertação (Mestrado em Medicina e Cirurgia) - Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1998.

MUZZI, L.A.L.; ARAÚJO, R.B.; MUZZI, R.A.L.;GUEDES, R.M.C.;REZENDE, C.M.F. Ultrassonografia e citologia das afecções prostáticas em cães. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 51, n. 1, p. 9-16, 1999.

MUZZI, L.A L.; MUZZI, R.A.L.; ARAÚJO, R.B. Ultrassonografia da próstata em cães. Clínica Veterinária, v.11, p. 19-22, 1997.

OLIVEIRA, K.S.; ARAÚJO, E.G.; SILVA, L.A.F.; MENEZES, L.B. Alterações prostáticas de cães adultos necropsiados na Escola de Veterinária da Universidade Federal de Goiás de maio a julho de 2004. Ciência Animal Brasileira, v. 8, n. 2, p. 267-272, 2007.

OLSON, P.N.; WRIGLEY, R.H.; THRALL, M.A. et al. Disorders of the canine prostate gland: pathogenesis, diagnosis and medical therapy. Compendium Continuing Education Small Animal. V. 9, nº 6, p. 613-623, 1987.

WEIDNER, W.; FALL, M.; BJERKLUND JOHANSEN, T.E. Intersticial cystitis and prostatitis. Europe Urology (Curriculum in Urology), v.42, n. 6, p. I-XI, 2002.

WEINBERG, R.A. Molecular mechanisms of carcinogenesis. Scientific American, v. 4, p. 01-12, 1996.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Counters
Visitas