Aspectos de bem-estar relacionados a matrizes suínas alojadas em celas individuais. Relato de Caso

Aline Oliva, Beatriz Tama, Danielle Elias, Kaline Barboza, Daniele Araujo Pereira, Luís Guilherme de Oliveira

Resumo


O objetivo geral deste trabalho consiste em avaliar o bem estar de matrizes criadas no sistema de confinamento em celas individuais, explorando diversos aspectos positivos e negativos presentes neste tipo de alojamento. Para tanto, foram discriminados parâmetros como contato social, estereotipias, conforto físico, possibilidade de exercício, movimentação e predisposições a doenças. O método utilizado foi o de realizar um levantamento de dados e artigos a respeito do assunto, utilizando-os como base bibliográfica. De acordo com os resultados encontrados, o sistema de confinamento em celas individuais traz prejuízos ao bem estar dos animais, uma vez que limita seu contato social com outros indivíduos da mesma espécie, gerando desconforto térmico devido à falta de ventilação nas baias, dificulta a capacidade do animal exercitar-se, uma vez que as celas são pequenas e leva à diminuição na imunidade das porcas, uma vez que são submetidas constantemente a situações de estresse. A presença de estereotipias também se mostrou mais comum em matrizes criadas em celas individuais do que em matrizes criadas em celas coletivas ou no sistema ao ar livre. Para amenizar os pontos negativos da criação no sistema de confinamento em celas individuais, foram propostas medidas que aumentam o bem-estar animal, tais como enriquecimento ambiental, alterações na arquitetura e tamanho das celas. Dentre outras opções apresentadas para melhoria no bem estar das porcas está a implantação de celas coletivas e do Sistema Intensivo de Suínos Criados ao Ar Livre (SISCAL).


Palavras-chave


Confinamento; estresse; prejuízos.

Referências


ANIL, L.; ANIL, S.S.; DEEN, J. Relationship between postural behavior and gestation stall dimensions in relation to sow size. Applied Animal Behavior Science, v.77, n.3, p.173-181, 2002.

BARNETT, J.L.; HEMSWORTH, P.H.; CRONIN, G.M.; JONGMAN, E.C.;HUTSON, G. D. A review of the welfare issues for sows and piglets in relation to housing. Australian Journal of Agricultural Research, v.52, p.1-28, 2001.

BAXTER, E.M.; LAWRENCE, A.B.; EDWARDS, S.A. Alternative farrowing accommodation: welfare and economic aspects of existing farrowing and lactation systems for pigs. Animal, v. 6, n. 1, p. 96-117, 2012.

CARVALHO, C.C.; ANTUNES, R.C.; CARVALHO, A.P.; CAIRES, R. M. Bem-estar na suinocultura. Revista Eletronica Nutritime. v. 11. n. 2. p. 2272-2286. 2013.

COSTA, A.N. Produção e bem-estar animal aspectos técnicos e éticos da produção intensiva de suínos. Ciência Veterinária Tropical. Recife-Pe, v. 11, Suplemento 1, p. 43-48, 2008.

COSTA, A.N. Impacto das demandas fisiológicas e metabólicas sobre a reprodução e o bem-estar de matrizes suínas. Acta Veterinaria Brasilica, v.8, Supl. 2, p. 305-308, 2014.

COSTA, A.N.; MARTINS, T.D.D. Issues and challenges in meeting well-being concerns of sows and litters. CAB Reviews, v. 8, n. 48, 8p. 2013.

CRUZ, C.R. Bem estar no cenário internacional. In: Simpósio Brasil Sul de Avicultura, 4, 2003, Chapecó. Anais... Chapecó, p. 57-64. 2003.

GONÇALVES. T.M., BASTOS R., SOARES R.T.R.N.; TORRES D.S. Avaliação de bem-estar em matrizes de suínos alojadas em baias individuais e piquetes coletivos (siscal). II Congresso Fluminense de Iniciação Científica e Tecnológica. 2010.

GRANDIN, T.; JOHNSON, C. O bem-estar dos animais – Proposta de uma vida melhor para todos os bichos. São Paulo: Rocco, 2010. 334p.

HOTZEL, M.J.; PINHEIRO MACHADO, L.C.; MACHADO WOLF, F. ; DALLA COSTA, O. A. Behaviour of sows and piglets reared in intensive outdoor or indoor systems. Applied Animal Behaviour Science. v. 86. p. 27–39. 2004.

HOTZEL, M.J.; FILHO, L.C.P.M. Bem-estar Animal na Agricultura do século XXI. Revista de Etologia. v.6. n. 1. p. 3-15, 2004.

JENSEN, M.B.; PEDERSEN, E. L.J. The value assigned to six different rooting materials by growing pigs. Applied Animal Behaviour Science. v. 108 pg. 31–44. 2007.

MADEC, F.; MEUNIER-SALAUN, M. C. From welfare for pigs to adversity for pigs farmers. Pig News and Information, v. 21, n. 1, p. 33N-38N, 2000.

NAZARENO, A.C., SILVA I.O., NUNES M.A., CASTRO, A.C, MIRANDA, K.S., TRABACHINI, A. Caracterização bioclimática de sistemas ao ar livre e confinado para a criação de matrizes suínas gestantes. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola Ambiental, v.16, n.3, p.314–319, 2012.

NAZARENO, A.C.; PANDORFI, H.; ALMEIDA, G.L.P.; GIONGO, P.R.; PEDROSA, E. M. R.; GUISELINI, C. Avaliação do conforto térmico e desempenho de frangos de corte sob regime de criação diferenciado. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.13, p.802-808, 2009.

PANDORFI, H.; DA SILVA, I.J.O.; CARVALHO, J.L.; PIEDADE, S.M.S. Estudo do comportamento bioclimático de matrizes suínas alojadas em baias individuais e coletivas, com ênfase no bem-estar animal na fase de gestação. Revista Engenharia Rural, v.17, n.1, julho/2006.

PANDORFI, H.; SILVA, I.J.O.; PIEDADE, S.M.S. Conforto térmico para matrizes suínas em fase de gestação, alojadas em baias individuais e coletivas. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.12, p.326-332, 2008.

PELTONIEMI, O.A.T.; LOVE, R.J.; HEINOMEN, M. Seasonal and management effects on fertility of the sow: a descriptive study. Animal Reproduction Science, v.55, p.47-61, 1999.

REMIENCE, V.; WAVREILLE, J.; CANART, B.; MEUNIER-SALAU, N.M.C.; PRUNIER, A. BARTIAUX-THILL, N.; NICKS, B.; VANDENHEEDE, M. Effects of space allowance on the welfare of dry sows kept in dynamic groups and fed with an electronic sow feeder. Applied Animal Behaviour Science, v.112, p.284-296, 2008.

RICCI, D.; BERTO, D.A.; DALLA COSTA, O.A.; SARTORI, J.R.; LOPES, L.S.G. Análise do comportamento de matrizes suínas lactantes com o uso de enriquecimento ambiental na maternidade. JINC – 6ª Jornada de Iniciação Científica Embrapa SIPEX – II Seminário de Pesquisa e Extensão da Um C 25 de outubro de 2012 – Concórdia/SC

SILVA, J.I.O.; PANDORFI, H.; PIEDADE, S.M.S. Influência do sistema de alojamento no comportamento e bem-estar de matrizes suínas em gestação. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 37, n. 7, p. 1319-1329, 2008.

SOBESTIANSKY, J.; DALLA COSTA, O.A.; OLIVEIRA, P.A..; SOUZA, M.A.; MEYER, F. Queimadura por raios solares em matrizes mantidas em confinamento e ao ar livre. Porkworld, v. 3, n. 16, p. 44-49, 2003.

STEVENSON, P. Questões de bem–estar animal na criação intensiva de suínos na união européia. In: Conferencia Internacional Virtual sobre Qualidade de Carne. Concórdia, 2000, p.4-5.

VAN DE WEERD, H.A.; DAY, J.E.L. A review of environmental enrichment for pigs housed in intensive housing systems. Applied Animal Behaviour Science. v.116, p.1–20. 2009.

VAN DE WEERD, H.A.; DOCKINGC. M.; DAY, J.E.; AVERY,L P.J.E. EDWARDS, S.A. A systematic approach towards developing environmental enrichment for pigs. Applied Animal Behaviour Science. v.84. p.101–118. 2003.

WILLIAMS, A.M.; SAFRANSKI, T.J.; SPIERS, D.E. et al. Effects of a controlled heat stress during late gestation, lactation and after weaning on thermoregulation, metabolism, and reproduction of primiparous sows. Journal of Animal Science, v. 91, p. 2700-2714, 2013.

WISCHNER, D.; KEMPER, N.; KRIETER, J. Nest-building behaviour in sows and consequences for pig industry. Livestock Science, v. 24, p. 1-8, 2009.

Recebido em 30/006/2014


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Counters
Visitas